Blog duDudu
Eu realmente não tenho um assunto fixo pra esse blog. Já aviso que dificilmente vou atualizar todo dia.
Um pouco sobre mim:
Moro em São Paulo, faço faculdade de Tecnologia Gráfica no Senai. No tempo que sobra gosto de ouvir e tocar música - Rock'n'Roll na "véia" - e também de tirar fotos.

Aliás, antes que alguém fale alguma coisa da foto da página, aviso que os dois da foto são eu mesmo numa experiência que fiz.
É isso aí, não esqueçam de comentar as mensagens.


Agora lendo...
Ulisses
James Joyce




ICQ:ICQ: 49797399


OUTROS BLOGS E AFINS

Fox Eyed World By Lala
Fernanda Breta - SITE
Bloglascio by Lascio

_/|\_
SonicSunday By Himself
Blog's a Vapour By Chock

SENAI
BligBlog Lui By Lui
Mahogany By Marcelinha
Fê Garcia By Herself

Blog do Bin By Himself
Jullios By Juliano
Patty Maionese By Patty
Blog da Nu By Herself
Now or Never By Marisa
Sra. Hetfield By Jana
Bruno Blogz By Vicco

NET
Textículos Ltda. By Ringa Starr
Tensão Superficial By Bibs

Nice Dream By Nanda
Bliss By Renatinha
Seven o' Clock By Naroca

Recomendo:

@@@@@@@@@@

 
domingo, janeiro 15, 2006
Quarta feira foi o pior dia da minha vida. Crise existencial, um dia você vai ter uma. Tudo acontece em volta da pergunta:

Qual o meu objetivo aqui?

Além disso, dia ruim no trabalho, paranóias e afins. Quando essas coisas acontecem, tudo o que você quer é voltar para o seu porto seguro. Aquele lugar onde você sabe que estará bem, confortado e... seguro!

Pois bem, só consegui atracar meu barco furado na quinta feira. Descansei, bebi alguns chopps, enfim... tudo que um lar deve ter.

Depois disso estava bem melhor. As coisas continuavam sem sentido. Mas eu as entendia melhor. Um objetivo não definido, sim. Mas um dia eu encontrava o meu.

É engraçado. Dizem que as coisas aparecem quando você para de procurar. E é verdade. Aliás, frase que aprendi no meu porto seguro:

Deus é um piadista.

Se é que ele existe... Mas os átomos são, e na falta de qualquer outra explicação, os átomos são Deus.

Enfim. Madrugada de sábado para domingo, eu morrendo de fome, fui comer um lanche aqui no News. Minhas tentativas de chamar alguma garota para me acompanhar falharam (à uma da manhã isso é difícil...), então fui sozinho caminhando pelo bairro.

No meio do caminho, olhando para o chão enquanto caminhava (é uma mania), passo por uma figura familiar: uns aviõezinhos. Havia também uma inscrição mais familiar ainda. Mas eu continuei andando. Porém, dois passos depois, resolvi voltar e pegar o objeto: uma carta. A inscrição? WAR.

Peguei e li surpreso o que estava escrito no verso:

"O seu objetivo é destruir os Exércitos azuis."

Eu ganhei o dia, a semana, o ANO hoje. Pois me aconteceu já faz umas duas horas. E é tudo verdade. Agora tenho um novo objetivo a seguir, o que dá mais ânimo à minha vida. Eu achei o meu objetivo perambulando na calçada. E sou grato aos quarks por isso.

E você, já encontrou o seu objetivo?
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
domingo, novembro 13, 2005
Estou com uma talvez falsa sensação de felicidade. Aquela felicidade que chega sem avisar. Talvez seja o clima, um dia de verão não muito quente, agradável. Talvez seja porque dormi 6 horas hoje e fui andar de bicicleta no Ibirapuera. Talvez porque estou quase que praticamente sozinho em casa. Talvez porque estou ouvindo música celta. Talvez porque estou tomando cerveja de trigo. Talvez porque hoje a noite verei meus amigos.

É, agora estou realmente sozinho em casa. Fico mais feliz.

Este ano aconteceram muitas coisas, estava eu a refletir sobre isso. Sem dúvida foi o melhor ano da minha vida. Um ano onde eu aprendi (de novo) como meus amigos são importantes. Um ano que me colocou de novo nos palcos (rs). Um ano onde pensei melhor sobre meus objetivos, e mesmo que eu ainda não os sei direito, fiz alguns progressos. Um ano que viajei pouco, mas viajei bem. Sozinho ou não. E cada vez mais estou tomando gosto por viajar. É uma das melhores coisas que nossa curta vida nos proporciona.

Também é o ano em que eu me formo. Vai ser um alívio, mas por alguma razão não estou dando tanta importância para isso.

Preciso atualizar as coisas aí do lado esquerdo. Esse ano não fui no atari, e não pretendo ir. KC comanda!
Devem ter vários links errados.
Eu li 10% de Ulisses no meio do ano e tive que devolver o livro (é bem difícil).

Mas estou com uma preguiça lascada de fazer tudo isso.

Só quero ficar aqui tomando a minha e ouvindo essas musiquinhas celtas.

Meus amigos, a todos vocês um grande abraço!
Com amor,
Dudu
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
segunda-feira, agosto 29, 2005
Acordou às 7:23 como todos os dias. Maquinamente olhou para o despertador e deu um tapa nele. "Quem dera pudesse fazer isso com o meu chefe", pensou.
Como se estivesse no fundo da piscina do clube que frequentava quando criança, se levantou vagarosamente e foi ao banheiro. Todos os dentes no lugar, aquela espinha maldita que ficou amarela, o cabelo bagunçado e cada vez maior. Nada de diferente.
Tomou seu banho, se trocou, penteou os cabelos apressadamente, comeu um biscoito que sua avó comprou e sai com pressa para o trabalho. Meia hora de ônibus, dormindo, mais 20 minutos de metrô. E mais 20 de ônibus, também dormindo.
Atrasado, liga o computador depois de um olhar torto e um seco bom dia.
Trabalho. Almoço. Até amanhã.
Ônibus. Metrô. Ônibus.
O Discman AM/FM que pagava desde o começo do ano falava sobre as mesmas coisas. Trânsito recorde, corrupção e atrizes de novela.
Intervalo. Música.
Foi quando o dia teve o primeiro bom momento. Boa música. Faz bem à alma. Lhe faz pensar sobre sua vida.
Era realemente feliz?
Não. Poucos amigos, em sua maioria fúteis e que não se preocupavam com ele.
Ali tomou uma decisão. Como aquela música, havia muitas coisas boas na vida. Mas ele sentia falta. Por que ouvir uma música pra se sentir feliz?
Ele queria mais. Queria emoções no seu dia a dia. Amizades mais calorosas. Se apaixonar por alguém.
Estava tendo idéias. Planos. Mal podia esperar. Pensava enquanto caminhava em direção à travessia da avenida.
"Vai ser tudo diferente. Terei amigos, uma namorada, e vou ser feliz. Vou sair do meu emprego e procurar um melhor. Vou sair de balada. Conhecer a noite e acordar mais cedo para aproveitar o dia. Esticar as pernas em baixo do sol de domingo. Se espreguiçar no sábado. Entrar para a aula de natação. Comer um brigadeiro mais devagar. Admirar a paisagem. Ver a Lua morrer e o sol nascer".

Atravessando a rua foi pego por um ônibus desgovernado. Pancada forte. Não resistiu, morreu na hora. Todos os sonhos, pensamentos e ilusões escoaram pelo asfalto até o ponto mais baixo. Rua, canteiro, esgoto, terra.
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
domingo, março 20, 2005
Hahahaha, mais um papo no ICQ com desconhecidos. Odeio gente que já chega perguntando! Acho que na verdade eu gosto. É mais divertido! hahauahuahau

======================

mama: OI

Eu: oi

DE ONDE VC É?

sp

QUAL É O SEU NOME?

Dudu

QUANTOS ANOS VC TEM?

22

O QUE VC FAZ DA VIDA?

Trabalho, estudo, como, durmo e saio.

VC NÃO QUER RESPONDER?

acho que não...

ENTÃO VAI CAGA...

Tenho coisa melhor pra fazer do que cagar. E não é conversar com você.
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
segunda-feira, fevereiro 28, 2005
Guaecá 2004

O vento de dezembro
Navega pela grama
Carregando a poeira
O pó que já viajou
Tudo viu. Em tudo caiu
E retornou. E não voltou

Foi
É outro hoje
Será diferente amanhã

Pelo barranco do tempo
E na floresta do espaço
Passa por tudo
Por nada
Cai aqui e sobe ali
Nos envolvem, nos socorrem e nos matam

Evoluímos, involuímos
Mudamos e mudaremos
Até que um dia
Seremos pó

31/12/2004
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
terça-feira, janeiro 25, 2005
E nasce um novo dia
Quando ecos do passado passam pela mente
Pássaros do presente ecoam sobre idéias
Nuvens negras correm para o amanhã-branco
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????
segunda-feira, janeiro 24, 2005
flecha, pele, carne.

faca, pele, carne.


A alma escorre pelo peito
E se espalha pelo chão, onde todos pisam
Passam por cima sem saber
Que por ali passou alguém com dor
__________________________________________________
??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????

Weblog Commenting by HaloScan.com

Skin By:
Endy World Technologies